Lima: O inicio da aventura/ Lima: the beginning of the adventure

Essa foi uma viagem atípica para mim, ao menos no que diz respeito aos momentos anteriores a ela, pois sempre me planejo para tal e, dessa vez, tudo foi decidido em apenas 4 dias.

Isso porque estava no meio de uma transição de emprego e me sobraram 10 dias para férias, assim, lá fui eu fazer umas das aventuras que estavam na minha lista: a trilha de Machu Picchu.

Tudo parecia que ia ser uma catástrofe. Acordei atrasado para ir ao aeroporto (por sorte havia feito o check in online), esqueci uma das mochilas em casa (como vocês poderão ver não foi a mochila com o equipamento fotográfico), não consegui embarcar com o bastão de trilha (também não consegui despacha-lo). Resumindo, parecia que a “falta de preparação prévia” iria me custar uma boa viagem. Mas, isso era apenas um “rito de passagem” para enfatizar aquele momento, pois a partir do momento em que entrei no avião só tive surpresas muito positivas na viagem.

Foram 10 dias de viagem separados entre: Lima, Puno, a trilha de Salcantay, Cusco em finalmente Machu Picchu.

Começando pela capital do Peru, por la fiquei algumas horas na verdade. Cheguei na hora do almoço e na manhã seguinte já estava indo para Puno para me aclimatar com a altitude e já começar a me surpreender com os passeios.

Diante do pouco tempo em Lima, optei por um city tour, ainda que não me agrade nada essa ideia, mas ao menos pude conhecer um pouco da cidade.

O meu almoço foi no Shopping La Marco com excelente vista para o mar. Aliás, vale ressaltar desde o primeiro post…a culinária do Perú é excelente.

Algumas curiosidades sobre a cidade:

  • em Lima não chove. Ao menos foi o que me comentou a guia local.
  • água, so mineral.
  • taxi nao tem taxímetro. Antes de entrar no carro, você negocia o preço da corrida. E, como estamos falando de uma cidade turística, é importante checar também a moeda em que o preço é informado – dólar ou soles (1US$ = 2,50 soles).
  • trânsito é uma loucura, não apenas pelo congestionamento, mas pela falta de respeito em cruzamentos, por exemplo e pelo excesso de buzinas. Como gostam de buzinar esses Peruanos.

O city tour foi rápido. Passamos pelos seguintes pontos turísticos:

  • ruínas de uma pirâmide dentro da cidade.
  • praça do amor.
  • Plaza Mayor – onde fica a sede do governo e o “local de nascimento da cidade”.
  • mosteiro de Sao Francisco e as catacumbas.

Foi um passeio rápido. A cidade e seus atrativos merecem um dia a mais, ao menos, para ser melhor explorados.

___________________________________________________________________________

This trip was atypical for me, at least concerning the days prior to departure, as I am used to planning it, but this time everything was decided in only 4 days.

It was like this because I was in a job transition moment and I got 10 days of Holidays, so I decided to go in one of the my listed adventures: the trail to Machu Picchu.

Everything seeme to be a disaster. I woke up late in the morning of the flight (lucky me I did my ckeckin on line), I forgot my backpack (as you will see it was not the backpack with my photographic equipment), I was not allowed to embark with the walking stick (and I haven´t succeed shipping it too). Bottom line… it seemed that my “lack of previous preparation” would cost me a nice trip. But, it was just a “rite of passage” to emphasise that period in my life as since the moment I went into the airplane I only had great surprises in this trip.

It was 10 days of trip split among: Lima, Puno, the trail of Salcantay, Cusco and finally Machu Picchu.

Starting by the capital city of Peru, I just stayed a few hours there in fact. I arrived during the lunch time and I left Lima the next morning to Puno where I went to acclimatise with the high altitude but where I got surprised by the view and the tours.

Considering I had few hours only, I decided to go in a city tour, although it is not something that I enjoy, but I at least I got a little from the city history.

My lunch was at Mango´s restaurant in La Marco mall with an excelent view of the sea. By the way it is important to emphasise how excelent is the Peruvian cuisine.

Some curiosities about the city:

  • according the the local guide, in Lima it does not rain.
  • do you want to drink water? Drink only mineral water.
  • there is no taximetre in the taxis. You have to negotiate the price prior to start the journey. And be always sure about the money they are talking about – dolar or soles (1US$ = 2,50 soles).
  • the traffic is terrible not only because of the traffic jam, but also due to the lack of respect on streets juctions, for example and the excessive honk.

The city tour was short. We went through the following touristic points:

  • ruins of a pyramid in the city
  • “Love Square”
  • Plaza Mayor – where the goverment buildings are and where the city “began”.
  • monastery of Sao Francisco and the catacombs.

The city deserver more time, a day more, to better explore its attractions.

rua do bairro de Miraflores – local do hotel / street of Miraflores – district of the hotel

lima100

praça em frente ao shopping La Marco / square in front of La Marco mall

lima101lima102

vista do oceano Pacífico da sacada do restaurante Mango´s / view of Pacific Ocean from Mango´s restaurant

lima103lima104

imagens do centro histórico de Lima / images of Historical centre of Lima

lima105lima106lima107lima108lima110lima111lima112lima113lima114lima115lima118

detalhes das ruas de Lima / details of the streets of Lima

lima119lima120lima121

Copyright © Ricardo Brandao.
All Rights Reserved / Todos os Direitos Reservados.

Se interessou por alguma foto? Entre em contato.

Contact: ricardobrandaofotografia@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *