Chapada dos Veadeiros/GO

Em mais um feriado prolongado, lá fui eu para outra viagem de aventura.

Desta vez, o destino foi a Chapada dos Veadeiros, em Goiás.

Essa foi a segunda vez em que viajei para o Centro-Oeste no feriado de Corpus Christi e recomendo. Primeiro porque se foge do frio de São Paulo. Segundo, a temperatura naquela região fica agradável (em torno de 25 C durante o dia) permitindo caminhar nas trilhas sem tanto desgaste e, ao mesmo tempo, curtir os banhos de cachoeiras (é claro que a água fica um pouco fria, mas suportável). E à noite, um leve friozinho bom para dormir. Além disso, nessa época do ano, chove menos na região.

A Chapada dos Veadeiros fica a 230 km Brasília e contempla os municípios de Cavalcante, Teresina, São João D´aliança, Colinas do Sul e Alto Paraíso de Goiás (ao qual pertence o vilarejo de São Jorge), onde ficamos.

Alto Paraíso é um pequeno município com 5.000 habitantes, tendo no turismo uma das suas grandes fontes de renda.

O nome da Chapada dos Veadeiros faz referência aos caçadores do veado-campeiro, animal ainda existente na região, porém em extinção. Essa atividade visava a comercialização do couro desses animais, uma das primeiras atividades comerciais daquela região, durante o início da colonização, quando os Bandeirantes lá chegaram por volta do ano 1600 (fonte: Portal da Chapada dos Veadeiros).

Outra atividade extrativista que ganhou força na Chapada foi a extração de cristais de quartzo. A descoberta de uma grande jazida por volta de 1912, fez com que um sem número de garimpeiros invadisse a região à procura do mineral, o que levou ao desenvolvimento de vilarejos, como o de São Jorge (fonte: Portal da Chapada dos Veadeiros).

Hoje, nenhuma dessas atividades é praticada, mas os sinais da exploração ainda podem ser vistos nas trilhas do Parque Nacional da Chapada, criado em 1961 e que foi declarado Patrimônio Natural Mundial em 2001 pela UNESCO (fonte: Portal da Chapada dos Veadeiros).

A viagem foi organizada pela Agência Venturas & Aventuras, de São Paulo e o receptivo foi da Travessia, agência de Goiás. As quais eu indico.

Eu fiquei na Pousada Portal do Beija Flor e recomendo totalmente. O atendimento e a atenção da Célia e do Jardel, os donos, foi impecável.

A pousada muito organizada, limpinha, confortável e sem falar no ótimo café da manhã, o qual pode ser complementado com um ovo frito feito na hora pela Célia, indispensável para um longo dia de caminhada.

Cabe dizer aqui também que o grupo foi ótimo. Todos tranquilos e, ao mesmo tempo, super dispostos às aventuras propostas pelo nosso “guia-guru”, Pacheco, que além de guia é também o “líder dos duendes do cristal rosa” (Valeu Pacheco, essa história foi ótima).

Apresento, a seguir, as fotos e o roteiro dia-a-dia da nossa viagem.

Espero que gostem e se sintam inspirados a conhecer a Chapada dos Veadeiros.

IMG_5749Entrada da cidade de Alto Paraíso / Entrance of Alto Paraiso town 

IMG_5740 Os arcos da entrada da cidade / Arc of town entrance

________________________________

Another long holiday and there I went to another adventure trip. This time the destination was Chapada dos Veadeiros in Goias state.

This is the second time I travel to Centre-West region of Brazil during Corpus Christi holiday and I invite you all to do the same. First because we can “run away” from Sao Paulo cold weather. Second, the temperature over there is not that hot. It´s quite pleasant (around 25ºC during the day) allowing us to go through the trails without much efforts and, at the same time, swimming in the rivers and waterfalls (the water is a little bit cold, but you can deal with it). At night, the temperature goes down becoming perfect for a great night of sleep and besides, in this period of the year there is no rain.

Chapada dos Veadeiros is 230 km far from Brasilia (Brazil´s capital city) and it´s formed by the following towns: Cavalcante, Teresina, Sao Joao D´Alianca, Colinas do Sul and Alto Paraiso de Goias where we stayed.

Alto Paraiso is a very small town with 5,000 inhabitants and the tourism is the main economic activity.

The name Veadeiros is a reference to deer hunters which lived in that region at the end of 16th century. This hunting activity main purpose was to sell deer leather and they were hunted almost to extinction.

Another important activity, which took place during the 20th century was the extraction of quartz crystal. In 1912 they found a huge source of crystals and it made lots of prospector to the region. These prospectors were responsible for the development of the villages, such as Sao Jorge.

Nowadays, none of these activities is on course anymore, but we can see the signs of the exploitation through the trails of Chapada National Park, which was created in 1961 and it was declared World Natural Heritage in 2001 by UNESCO.

The trip was organised by the eco tourism agency Venturas & Aventuras, from Sao Paulo and the activities in Chapada dos Veadeiros were conducted by the agency Travessia.

I stayed at  Pousada Portal do Beija Flor which I fully recomend. Celia and Jardel, the owners, were very attentive. The inn is well organised, clean and comfortable. Besides, they offer a very nice breakfast and an irresistible scrambled egg, freshly prepared by Celia, a great complement for a long day walking.

All of these without mentioning the whole group. Everybody was nice, in the mood of all adventures proposed by our “guru-guide” Pacheco.

Below, you will finde the pictures and our day by day schedule.

Hope you enjoy and become inspired and excited to visit Chapada dos Veadeiros.

1º dia / day one

Nesse primeiro dia, visitamos o Parque Nacional da Chapada, uma área com mais de 65.000 ha.

Entre ida e vinda, a trilha totalizou 12km, mas não se assustem. É uma trilha bem tranquila, com exceção de um pequeno trecho em subida, na volta.

Passamos pelos Saltos do Rio Preto, rio importantíssimo para a Chapada por ser fonte de água da região. Visitamos a queda de 120m. As demais quedas, 80 m e Corredeiras, pudemos desfrutar de suas piscinas e nos refrescar.

Antes de chegarmos ao Parque, paramos no Morro da Baleia, no mirante do Morro Buracão e, pelo caminho a fora, pudemos apreciar a flora local.

________________________________

We spent the first day at Chapada dos Veadeiros National Park, which occupies an area of more than 65,000 acres.

The whole trail was 12km long, but easily walked, except by a small climbing stretch.

We visited Saltos do Rio Preto, formed by: 120 m waterfall, 80 m waterfall and Corredeiras (both the latter are able to swim in them).

Before getting to the Park, we visited Morro da Baleia (“Whale Hill”) in front of Morro Buracao (“Big Hole Hill”) and enjoyed Chapada´s flora.

Morro Buracão

IMG_4984                                                

IMG_4987 Buriti / Buriti Tree

IMG_4989

Morro da Baleia / “Whale Hill”IMG_4977

IMG_4980e lá vamos nós rumo a cachoeira de 120m / and there we go to visit 120m WaterfallIMG_4997

mas nem sempre tínhamos a proteção das árvores/ the trees were not always protecting usIMG_5041pedras e vegetação: uma constante na Chapada / stone and trees everywhere in ChapadaIMG_5072 IMG_5082 IMG_5109

e aqui, a queda de 120m / and here it is 120m waterfallIMG_5118

um companheiro pelo caminho /  a friend in the trailIMG_5078

a cachoeira de 80 m, sua piscina natural e outros detalhes / 80m waterfall, its lake and other detailsIMG_5147

IMG_5207

IMG_5203 IMG_5137   IMG_5158 IMG_5163 IMG_5195as corredeiras e a hidromassagem natural / Corredeiras falls and its natural massage system.IMG_5213

IMG_5218 IMG_5225 IMG_5246 IMG_5257

2º dia / day two

Esse dia inteiro foi gasto para conhecer e desfrutar as Cataratas dos Couros, nome dado a uma sequência de quedas d´água com cerca de 300 m de desnível, em cujas águas aqueles caçadores de veados-campeiro lavavam os couros dos animais abatidos.

Esse detalhe ficou lá atrás na história, felizmente.

A trilha é tranquila e a paisagem deslumbrante. Pudemos desfrutar de banho em cada queda acessível e ainda visitar um mirante no meio do rio, acessível nessa época devido à estiagem. Infelizmente, não tenho imagens da vista desse mirante, pois para chegar até ele tínhamos de nadar, o que impossibilitou levar a câmera, mas o lugar é incrível. Vale muito a pena conhecê-lo.

________________________________

This day was dedicated to visit and enjoy the Cataratas dos Couros (“Leather Falls”), which is a sequence of waterfalls 300m down from the begining of the trail to the end.

This name “Leather Falls” was given due to the fact that the deer hunters used to wash the leather of the animals in its rivers. Fortunately, it is in the past.

The trail is not hard and nature is amazing. We could swim in each waterfalls of the Cataratas and be amazed by the wonderful view of the biggest fall in the end of the trail.  Unfortunately, I don´t have images of this last fall as we had to swim to reach the point of observation and I could not take the camera with me.

I emphasise, it´s worth a visit!

iniciando a trilha rumo à primeira queda / the beginning of our trail to the first fallIMG_5306

IMG_5301 na beirada da primeira queda / at the edge of the first fallIMG_5329

Cachoeira de São Vicente – a primeira cachoeira da trilha de um lada e de outro/ Saint Vicente Fall – the first one – both side viewsIMG_5526IMG_5492IMG_5510

nosso guia “brincando de Tarzan”/ our guide playing TarzanIMG_5505

algum esforço tem que ter né? / some efforts is necessary, isn´t it?IMG_5340

rumo a segundo queda e vista da segunda / on the way to the 2nd fall and view of the 1st.IMG_5323 IMG_5312  à beira da segunda / at the edge of the second oneIMG_5344 IMG_5361 vista das duas primeiras quedas / view of the two fallsIMG_5366 chegando na última e maior queda da Catarata dos Couros / reaching the last and biggest fall of the Catarata dos CourosIMG_5370 a queda em duas partes / the two parts of the fallIMG_5384 (Guilherme se preparando para o salto / Guilherme preparing himself for the jump) IMG_5424 IMG_5440 IMG_5452IMG_5457as quedas continuam além desse mirante e lá fui eu checar/the falls go from this point on and there I was to seeIMG_5447   IMG_5467     

3º dia / day three

O terceiro dia foi destinado à praticas de atividades radicais. Fomos até o Portal da Chapada, uma enorme fazenda na qual há uma trilha ecológica, dedicada ao conhecimento das árvores da região.

Uma trilha bem tranquila, à sombra das árvores e com placas de identificação de grande parte delas.

Nessa trilha há o local do arvorismo.

Após essa trilha, fomos para a fazenda ao lado onde encontram-se as cachoeiras Almécegas I e II. Na Almécegas I é onde se pratica o rapel de 50 m.

E para encerrar o dia nos dirigimos ao local da tirolesa conhecida como Voo do Gavião. Com um percurso de 850 m de extensão e a uma altura entre 80 e 100m, essa tirolesa é a terceira maior do Brasil e a descida leva em torno de 1:30 minuto.

A vista é espetacular, ainda mais no horário em fomos, fim de tarde, o por do sol deu um toque todo especial.

________________________________

The third day was dedicated to adventurous activities. First, we went to Portal da Chapada, a huge farm with a nice “ecologic trail” where we can get some tree knowledge.

This trail is very pleasant, protect by the trees and presenting some tree identification plates. In the middle of this trail there is the place for “tree-top walk” activity.

After that, we went to another farm where Almecegas Falls I and II are place. On Fall I is where a rappel (abseiling) of 50m height  takes place.

And to perfectly finish the day, we had an “flying” experience. We rode a 850m length zip-line called “the flight of the hawk”. It´s the third longest zip-line in Brazil and it takes 1:30 minute rinding down.

The view is wonderful even more it was at sunset, so the sun gave some special colour effects.

os duendes não foram vistos, mas achamos a casa deles / we haven´t seen the elves, but we´ve seen their houseIMG_5538a caminho da trilha ecológica / on the way to the “Eco Trail” IMG_5549 IMG_5552IMG_5554IMG_5581  IMG_5582IMG_5632IMG_5559 IMG_5560obras da natureza / Nature´s piece of art IMG_5561 IMG_5564 IMG_5570 IMG_5576 IMG_5578    alguns outros amigos / some other friendsIMG_5635 a cachoeira do rapel / the rappel (abseil) waterfallIMG_5648 IMG_5668 IMG_5694 e aqui estou eu no meu momento rapel / here I am abseilingvga_IMG_3053 vga_IMG_3054   essas fotos foram tiradas por Kelli Angelini. Valeu Kelli ! / Pictures by Kelli Angelini.

último  dia / last day

Para fechar essa viagem pela Chapada dos Veadeiros, fomos visitar o Vale da Lua, uma formação rochosa, cujas características e coloração assemelham-se às imagens conhecidas das crateras da lua.

A caminhada é bem leve para se chegar ao Vale e vale a pena. A vista a partir de suas rochas é belíssima e no final, claro, um excelente local para banho nas águas do rio São Miguel.

Aqui uma dica. No meio do lago há uma formação rochosa, assemelhando-se a uma caverna. Dentro, uma verdadeira banheira de hidromassagem natural. Mas atenção! Só se aventure se um guia local o orientar na entrada dessa “caverna”, já que a água é forte e há buracos no percurso.

Essa foi mais uma grande dica do nosso guia Pacheco!

________________________________

The last attraction of this trip was Vale da Lua (Moon Valley), a rocky area whose characteristics resemble the Moon Craters.

The trail is the softest one and the view from Vale da Lua is really great. At the end of the trail, there was another river to swim, for sure.

In the middle of this river there is a kind of a cave. Inside  it, we have a perfect and natural “water massage system”. Be careful ! You can only go into it if you have the right assistance of the guide, who knows where to step, as the water flow is strong and you may have some injuries.

Thanks to Pacheco again, who presented this great secret!

rumo ao Vale da Lua / on the way to Vale da LuaIMG_5811 IMG_5819 mesmo nas pedras a flora está presente / plants even on the rocksIMG_5823O Vale da Lua IMG_5885  IMG_5836 IMG_5837 a água flui por entre as pedras / the water flows through the rocksIMG_5840   IMG_5860IMG_5862IMG_5854IMG_5890IMG_5829IMG_5859  fomos premiados com o voo dessas araras / great moment…the flight of a pair of macawsIMG_5875   IMG_5895

E para terminar, exemplos da flora…

____________________________________

And to finish this post, some examples of the Chapada´s flora….

IMG_5000IMG_5086 IMG_5013 IMG_5023 IMG_5028 IMG_5030 IMG_5044 IMG_5046 IMG_5049 IMG_5055 IMG_5061 IMG_5067 IMG_5074  IMG_5293 IMG_5481IMG_5769e fauna (ao menos uma parte) / and fauna (a part of it at least)IMG_5594 IMG_5763 IMG_5772 IMG_5797IMG_5727

Um comentário em “Chapada dos Veadeiros/GO

  1. suas fotos ficaram realmente boas! E a viagem realmente vale cada segundo, cada paisagem, cada machucado!
    As lembranças são ótimas, um grupo muito legal pra se viajar!

    beijo

    ps: blog novo em naprancheta.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *